Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
ceia

A Importância dos Sacramentos

O homem é um ser de alianças. O coração do homem anseia por companheirismo e comunhão, por isso gostamos dos símbolos que representam esse pacto de amor entre as pessoas. Por exemplo, o anel de ouro usado na mão esquerda por um casal, após o casamento, é simbolo da aliança de amor e do compromisso do casal. O casal ao olhar para o anel é chamado a pensar sobre o pacto que foi firmado, se lembrando, assim, do compromisso de amor que tem para com seu cônjuge.

Quando lemos o Antigo Testamento podemos aprender com a história Bíblica que Deus deu ao seu povo dois Sinais Externos, sinais estes que serviriam de identificação entre Deus e o seu povo. Na verdade estes sinais identificariam a ALIANÇA de amor entre Deus e seu povo. Os sinais dados por Deus ao seu povo no passado foram a páscoa e a circuncisão (Êxodo 12. 47, 48). Todo aquele que pertencesse ao povo de Deus teria, necessariamente, que receber e participar destes sinais.

Com a vinda de Jesus ao mundo e por causa de sua vida, morte e ressurreição estes sinais de identificação de Deus para com seu povo foram substituídos. O povo de Deus, hoje, não mais celebra a páscoa como fazia o povo de Deus no passado, assim como não mais pratica  a circuncisão, pois a Páscoa foi substituída pela Ceia do Senhor (Lucas 22. 20; João 1.36) e a circuncisão substituída pelo Batismo (Colossenses 2. 11,12).

Quando cremos em Jesus devemos nos unir a Ele no batismo, o batismo é um Sinal Externo de uma Realidade Interna, sinal de que morremos com Cristo e também ressuscitamos com Ele para uma nova realidade de vida. O batismo é uma ordenança de Jesus, portanto não é uma opção para aquele que crê (Marcos 16.16). Assim também é com a Ceia do Senhor. Chamamos estes dois sinais de sacramentos, pois foram instituídos por Cristo à sua Igreja.

A Ceia do Senhor também é um Sinal Externo de uma Realidade Interna. É sinal de que temos comunhão com Jesus Cristo e somos participantes de sua vida. Sinal de que pertencemos ao corpo de Cristo, que é a sua Igreja. (1 Coríntios 10. 16,17 e 21). Também é Sinal de nossa dependência de Jesus Cristo, pois Ele é o nosso alimento mais essencial e, justamente por isso, venceremos a morte e viveremos eternamente em sua presença. (João 6. 54)

Acontece que o Batismo, assim como a Ceia, não são meros símbolos. Para nós, presbiterianos, são  Meios de Graça, de fato comunicam e confirmam uma realidade espiritual na vida daqueles que crêem, portanto não podemos negligenciar os sacramentos. (1 Coríntios 11.25).

Todos aqueles que passaram pelo batismo são convocados a participar da Ceia do Senhor com alegria, repetindo esse ato de participar do corpo e sangue de Cristo até que ele venha novamente. Por meio da participação da Ceia do Senhor somos VERDADEIRAMENTE alimentados espiritualmente, relembramos o sacrifício de amor de Jesus por nós e somos impulsionados a falar desse amor para outras pessoas.

Pr. Cleber Batista

Um comentário

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *