Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
semente-planta

#palavrasnocaminho – A semente

A SEMENTE

O povo de Israel era um povo que vivia dividido entre agradar a Deus e seu lado humano e pecaminoso, que era egoísta e praticava a idolatria, que afrontava ao Criador e o desagradava profundamente.

Em muitas ocasiões quando prosperavam, alguns se esqueciam do Criador e se voltavam para seus ídolos e altares. A mensagem do livro do profeta Oséias nos mostra os temas do pecado de Israel e seus castigos, mas também apresenta um Deus misericordioso e amoroso, sempre pronto a abraçar e perdoar aqueles que com coração arrependido buscam a sua face.

Muitas metáforas e figuras de linguagem são utilizadas no texto deste livro e uma delas menciona que Israel é uma videira viçosa, coberta de frutos, mostrando a prosperidade em Israel. Neste capítulo Deus demonstra sua indignação com Israel, não porque eles prosperavam, mas porque não tinham um coração grato ao Criador e ao invés de expressar sua gratidão, buscando mais a Deus, fugiam da presença de Deus, voltando-se às práticas de idolatria, condenadas por Ele.

Porém, Deus é amor em sua essência, e antes do seu julgamento e do derramar de sua ira, Ele dá uma nova oportunidade para aquele povo se arrepender, dizendo para eles semearem a retidão para si, sendo fiéis a Deus, leais ao Criador, reconhecendo que a origem de sua prosperidade veio do Eterno, reconhecendo que suas sementes cresceram pela bênção de Deus. Neste sentido o profeta Oséias informa no versículo 12 do capítulo 10, que era hora de buscarem ao Senhor em agradecimento.

“Semeiem a retidão para si, colham o fruto da lealdade, e façam sulcos no seu solo não arado; pois é hora de buscar o Senhor, até que ele venha e faça chover justiça sobre vocês.”
Oséias 10:12

Temos uma realidade diante de nós para decidirmos: de sermos gratos a Deus e o buscarmos, ou, se afastarmos do Criador?

Se estivermos movidos pelo nosso egoísmo e dermos ouvidos à crenças humanas, ou, aos nossos próprios ídolos e desejos carnais, certamente, a vida passará, gastaremos ela em nossa própria vaidade, em nossos próprios sonhos materiais e nunca teremos tempo de parar, pensar em Deus, ter uma vida de comunhão com o Criador, certamente nosso egoísmo estará nos afastando mais e mais da presença de Deus.

Deus nos conclama a podermos reconhecê-lo em nossas vidas. Deus é misericordioso e está sempre pronto a nos perdoar, quando sinceramente reconhecemos nossa fragilidade humana, nosso pecado e nos arrependemos, voltando-se para Ele.

Precisamos olhar para nosso interior e verificarmos se estamos plantando as sementes para a vida verdadeira que temos com Deus, ou, plantando sementes egoístas para satisfazer nossas próprias necessidades e agradarmos as pessoas que nos rodeiam.

Desejamos agradar a Deus, sendo gratos a Ele, semeando lealdade com sua Palavra, o obedecendo em seus caminhos, ou, semeamos coisas temporárias que não tem vida e acabam nesta própria existência.

Temos, hoje, a oportunidade, de buscando a Deus, semearmos vida e esperança para nós mesmos, bem como, para aqueles que iremos conviver nesta jornada, sementes que darão fruto e prosperarão para a vida eterna.

Colheremos o que plantarmos.

semente-planta

Se recebendo a semente do amor de Deus, através de Jesus em nossos corações, continuarmos em comunhão com o Criador, perseverando, lendo sua Palavra, orando diariamente, buscando-o em um Culto Semanal, certamente esta semente de amor, irá crescer e produzir:- não apenas uma semente, mas uma árvore frondosa, bonita e frutífera que abençoará milhares de vidas por onde nós passarmos.

Reflita: O que tenho feito com a semente de amor e vida que Jesus me deu? Tenho cultivado ela em meu coração, buscando a Deus, semeando em outros corações? Caso minha resposta tenha sido negativa, ainda existe tempo de renovação de vida. Hoje é tempo de buscar a Deus.

Pr. Luiz Francisco Contri

2 Comentários

  1. Vivian Oliveira da Coll

    Que bênção pastor Luiz…Obrigada por esses devocionais inspirados por Deus que tanto abençoam nossos corações todos os dias!

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *