Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
smiling-family-at-christmas

#palavrasnocaminho-Série Especial Natal-A alegria

A ALEGRIA

Mesmo com todas as distorções, motivações e expectativas diferentes que as pessoas tem neste mês de dezembro em relação ao Natal, impossível ficar indiferente e não se contagiar com a alegria nesta época do ano. A alegria está disseminada no ar, apesar dos nossos problemas econômicos, problemas de saúde, conflitos conjugais, conflitos de relacionamento familiar, problemas diversos, mesmo assim, percebemos este clima de festa e alegria, porque Natal é a alegria do nascimento de um bebê especial, esperado pela humanidade, chamado Jesus.

decorate-christmas-tree-heroarvore_de_natal_

Por onde passamos, os símbolos natalinos estão presentes, muitas luzes, muitos enfeites, alguns deles apenas com apelo comercial, sem nenhuma ligação com o motivo do nascimento do Messias, prometido por Deus, outros, que nos remetem para a cena do nascimento em Belém da Judéia, para aquele humilde local, aquele estábulo para guarda de animais, onde Jesus foi colocado numa manjedoura (local onde se colocava a comida para os animais, que foi preparada para colocar o corpo do recém nascido Filho de Deus, Emanuel, Deus Conosco).

naissance-jesus-gerard-van-honthorst_

Vamos relembrar uma destas profecias messiânicas de Isaías na Bíblia, como o texto em destaque de Isaías 9:1-3, que se cumpriram com o nascimento de Jesus Cristo, gerado pelo poder do Espírito Santo, no ventre de sua agraciada mãe, a virgem Maria: “Contudo, não haverá mais escuridão para os que estavam aflitos. No passado ele humilhou a terra de Zebulom e de Naftali, mas no futuro honrará a Galiléia dos gentios, o caminho do mar, junto ao Jordão. O povo que caminhava em trevas viu uma grande luz; sobre os que viviam na terra da sombra da morte raiou uma luz. Fizeste crescer a nação e aumentaste a sua alegria; eles se alegram diante de ti como os que se regozijam na colheita, como os que exultam quando dividem os bens tomados na batalha.”

Como é difícil quando acaba a energia elétrica em nossas casas. A sensação de escuridão nos incomoda, e ficamos profundamente incomodados com a falta deste conforto produzido pela eletricidade que é a luz em nossas casas. Muito pior do que não podermos desfrutar dos benefícios da luz produzida pela energia elétrica, é não termos acesso a presença de Deus, iluminando nossas vidas, nos guiando em meio a nosso futuro incerto. O texto bíblico de Isaías descreve a escuridão dos que estão aflitos por não terem em quem acreditar, por ficarem perdidos nas trevas de uma vida distante do Criador.

Jesus é a grande luz vinda de Deus para a humanidade. Jesus veio para o povo judeu, “para o que era seu, como descrito pelo evangelista e apóstolo João em seu primeiro capítulo: Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus,” João 1:11,12

Todos nós que não pertencemos ao povo israelita, ao povo judeu, somos considerados gentios, estrangeiros, mas a Bíblia nos afirma que Jesus pode também nos abençoar com sua luz e salvação eterna:- todos aqueles que creram em seu nome, recebem a herança e o direito de serem considerados filhos de Deus, pertencentes à família de Deus.

Jesus nos traz luz e alegria no meio da escuridão e dificuldades deste mundo difícil de viver sem Sua Presença agindo em nós. Podemos nos alegrar no Natal, pelo nascimento do Cristo, do Messias encarnado, através do menino Jesus, e sabermos que não estaremos mais sozinhos nesta existência passageira, certamente se crermos em Cristo, e formos seus discípulos por esta jornada terrena, iremos colher os frutos de uma vida com muita alegria, felicidade verdadeira, apesar das lutas e circunstâncias adversas e inesperadas que enfrentaremos.

Com Jesus viveremos na luz, com Jesus teremos vida e alegria verdadeira, habitando em nós!

Jesus reforçou este ensinamento de que Ele próprio trazia a alegria verdadeira e especial para todos nós, quando pronunciou a frase que está registrada no evangelho de João 4:36: “Aquele que colhe já recebe o seu salário e colhe fruto para a vida eterna, de forma que se alegram juntos o que semeia e o que colhe.” Somos felizes em poder desfrutar de uma vida de discípulo, uma vida de entrega para Deus, de uma vida com Cristo aqui na Terra, podendo semear e colher frutos para esta vida e para a vida eterna vindoura.

Em Cristo, temos o verdadeiro significado do Natal. Cristo deseja que esta alegria das comemorações natalinas possam reinar para sempre em seu coração, para que a sua alegria, não seja apenas passageira e baseada nas coisas materiais desta existência, nos presentes e cumprimentos humanos, mas que possa ser baseada na própria pessoa de Jesus. Com Jesus vivendo em nossas vidas a nossa alegria será completa:  “Tenho lhes dito estas palavras para que a minha alegria esteja em vocês e a alegria de vocês seja completa.” João 15:11

smiling-family-at-christmas

Reflita: Que tipo de vida tenho vivido? Tenho ainda a oportunidade de neste Natal, entendendo quem realmente é Jesus, conhecendo melhor sua história de vida e salvação, poder usufruir de uma alegria completa neste mundo (apesar de todos os meus problemas), e quando o meu tempo por aqui se findar, desfrutar da alegria perene de Sua Presença Santa no lar celestial.

Feliz Natal com a alegria de Cristo em seu coração!

Pr. Luiz Francisco Contri

Um comentário

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *