Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
womanpraying

Vencendo a Ansiedade

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.
Filipenses 4:6,7

 Vivemos em um contexto de grande agitação e isso tem feito com que a maioria de nós enfrente algum tipo de ansiedade interna. Se pudermos entender como a ansiedade funciona e como ela pode nos envolver, pode ser que tenhamos mais chance de estarmos livres de suas garras. Normalmente vivenciamos uma ansiedade crônica quando não recebemos aquilo que achamos que precisamos em um dado momento da vida. Cada um de nós acredita que precisa de certas “coisas” para ficar em paz, mas quando não as recebemos, ficamos ansiosos.

Necessidades e desejos:

Todo ser humano em certo sentido é um ser carente, não nos bastamos a nós mesmos, temos necessidades, além de necessidades, também temos muitos desejos. Mas nem tudo aquilo que pensamos que precisamos ter, realmente precisamos. O que você acha que precisa nesse exato momento para ficar em paz? Faça uma lista daquilo que você acha que se tivesse acalmaria seu coração.  Essa necessidade sentida, essa “coisa” que eu acho que preciso, na verdade pode ser um grande engano. Note bem, um sinal de que estou ansioso é quando minha mente fica agitada, pensando repetidas vezes sobre a mesma coisa. Então, qual é a saída? Oração é a resposta bíblica para acalmar a nossa mente ansiosa.

Paulo o apóstolo nos ensina que podemos levar tudo a Deus em oração. Devemos orar, pedir e dar graças em tudo. Absolutamente nada deve ser fonte de ansiedade e preocupação para o cristão, pode ser algo grande ou pequeno, você pode colocar tudo isso diante de Deus em oração. Podemos oferecer a Deus nossas orações, súplicas e petições. Podemos orar por nós mesmos; pelo perdão do passado; pelas coisas que necessitamos no presente e pela ajuda e direção para o futuro.

Então, em primeiro lugar considere que o Deus a quem amamos e servimos sabe de nossa carência e sabe que somos seres com necessidades e desejos, ele realmente está disposto a nos ouvir. A ideia dessa passagem bíblica é que não devemos sofrer com aquilo que pensamos que precisamos no momento, pois Deus está disposto a nos ouvir sobre nossos pedidos, não precisamos ficar presos as guarras da ansiedade. Então, é natural ficarmos ansiosos, até certo ponto! O problema é ficarmos presos a ela. O meu relacionamento com Deus em oração acalma o meu coração e a minha mente. O desejo de Deus é que aprofundemos o nosso relacionamento com Ele e descubramos assim, que Ele é tudo aquilo que realmente precisamos.

Em segundo lugar, devo levar meus pedidos a Deus com ação de graças. Isso significa que devo ter em mente o quanto já tenho sido abençoado por Deus, devo me lembrar das muitas provas do seu amor, principalmente da Salvação em Cristo, mas também de quantos de meus pedidos já foram respondidos, assim a minha oração não será somente uma oração de angustia e medo por aquilo que penso que não tenho no momento e preciso tanto, mas de confiança e alegria, por tudo aquilo que já recebi de Deus.

Ao orar devemos lembrar três coisas: o amor de Deus que sempre procura e deseja o melhor para nós; a sabedoria de Deus, única que conhece o que é melhor; o poder de Deus, que só permite que aconteça o melhor.

Aquele que ora com essa confiança no amor, sabedoria e no poder de Deus experimenta de sua paz. Como resultado da oração de fé e confiança a paz de Deus permanece em nossos corações como uma sentinela em guarda.

 Pr. Cleber Batista

Um comentário

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *