Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
inimigo-batalha-israel

#palavrasnocaminho – A vitória

A VITÓRIA

“Do seu santuário Deus falou: “No meu triunfo dividirei Siquém e repartirei o vale de Sucote.
Gileade é minha, Manassés também; Efraim é o meu capacete, Judá é o meu cetro.
Moabe é a pia em que me lavo, em Edom atiro a minha sandália; sobre a Filístia dou meu brado de vitória! ” 

Salmos 60:6-8

inimigo-batalha-israel

Para muitas pessoas a Bíblia se constitui um livro, descrevendo narrativas históricas de batalhas relacionadas ao passado, especialmente à nação israelita, e que não fazem muito sentido para sua realidade de vida. Neste sentido podem até ler a Bíblia, como leriam outro livro; entendendo a Bíblia, como um livro, onde se narram histórias do passado, histórias de guerras no Antigo Testamento; histórias, que para estas pessoas, que não compreendem o real significado da Bíblia, se constituirão apenas em conhecimento cultural, filosófico, histórico, geográfico, poético, e apenas isto.

Quando compreendemos quem é Deus, e o que Ele fez por nós, através do sacrifício substitutivo de Jesus Cristo em nosso favor, naquela horrenda cruz, então renasceremos do alto, renasceremos para uma nova vida de comunhão com o Eterno, e leremos a Bíblia, iluminados com a luz de Jesus em nosso coração, iluminados pelo entendimento do Espírito Santo, agindo em nossa mente; entenderemos a Bíblia, como a Palavra de Deus, o manual de Deus para nos orientar, nos dar luz no caminho, nos aproximar Dele, conhecer à Sua Vontade.

cruz-e-biblia

Poderemos lendo a Bíblia, seguir os passos de Jesus Cristo, sendo seus discípulos, glorificando a Deus com nossas vidas, desfrutando da comunhão pessoal, íntima com Deus, que nos chama de filhos, nos ama com um amor leal, eterno, imensurável, incompreensível. Somos povo escolhido de Deus, como assim o é, o povo de Israel, fazemos parte da família celestial, não havendo distinção, separação entre aquele povo descrito no Antigo Testamento, que Deus o protegia, batalhava por eles, os amava, e nós hoje, no século XXI. Temos essa mesma possibilidade, de podermos nesta comunhão com o Eterno, lermos sua Palavra, e entendermos que nós pertencemos, e somos esta nação santa, povo escolhido de Deus.

Jesus Cristo é a pedra angular que nos une a Deus, e nos torna seu povo escolhido, povo que recebeu misericórdia, pela Graça de Jesus, morrendo em nosso favor, conforme, o texto do apóstolo Pedro, escrito no Novo Testamento, em 1 Pedro 2:6-10:

Pois assim é dito na Escritura: “Eis que ponho em Sião uma pedra angular, escolhida e preciosa, e aquele que nela confia jamais será envergonhado”. Portanto, para vocês, os que creem, esta pedra é preciosa; mas para os que não creem, “a pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular”, e, “pedra de tropeço e rocha que faz cair”. Os que não creem tropeçam, porque desobedecem à mensagem; para o que também foram destinados. Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam.

jesus

Jesus Cristo foi posto em Sião, em Jerusalém, para o povo de Israel, como o Messias prometido anunciado por Deus, e Ele, Jesus Cristo, também é pedra preciosa para todos os que Nele crerem, chamando das trevas para sua maravilhosa luz, salvando, permitindo anunciar sua mensagem de vida, a mensagem da Graça Salvadora, a mensagem do evangelho, a mensagem da salvação eterna que nos une ao Criador.

Quando recebemos Jesus Cristo em nosso coração, quando a chama do Espírito Santo nos ilumina para vivermos esta nova vida em Cristo, então olharemos para as escrituras, olharemos para a Bíblia, como a Palavra Viva de Deus, que continua falando com seus escolhidos no século XXI, palavra que nos permite conhecer à vontade de Deus, nos unir a Ele pela sua leitura, aplicar suas verdades sobre nossas vidas, e entender que não estamos sozinhos nesta jornada, mas o Criador do Universo, está conosco, apesar da nossa fragilidade humana, apesar da nossa natureza pecaminosa. Em Cristo, recebemos perdão de Deus, estamos unidos com Deus, pela sua Graça Salvadora, que nos regenera, nos transforma, nos motiva na caminhada diária, que nos ensina a viver a vida que Deus espera de nós, que nos dá exemplos concretos do passado, práticos, e que também podem ser aplicados à nossa existência no presente momento.

arrependimentoesalvacao

O texto que destacamos fala de derrota e vitória, “Do seu santuário Deus falou: “No meu triunfo dividirei Siquém e repartirei o vale de Sucote. Gileade é minha, Manassés também; Efraim é o meu capacete, Judá é o meu cetro. Moabe é a pia em que me lavo, em Edom atiro a minha sandália; sobre a Filístia dou meu brado de vitória! “.

Texto escrito por Davi quando lutava contra os sírios da Mesopotâmia e de Zoba e quando Joabe voltou e matou doze mil edomitas no vale do Sal. Acontecimentos descritos na Bíblia em acontecimentos em 2 Sm 8.3-14; 1 Cr 18.3-12.  Quando lemos o texto bíblico do Salmo 60, sob a ótica deste relacionamento com Cristo, desta comunhão com o Eterno, então as palavras escritas pelo salmista fazem sentido para nós, as compreendemos de forma clara, e podemos aplicá-las à nossa existência no presento momento.

Vivemos na comunhão de um Deus Todo-Poderoso, Soberano que cuida de nós como povo escolhido, mas também cuida de nós, individualmente, como um Pai que ama seu filho aqui na terra.

pai-filho

No texto do Salmo 60, Moabe, Edom e os filisteus eram inimigos declarados da nação israelita, povo que confiava em Deus, e sabia que o Criador do Universo, que eles se relacionavam, iria protegê-los, livrá-los,  ajudá-los nas batalhas contra estes inimigos, lhes proporcionando:- livramento, socorro e a vitória.

Vivemos uma época de grande confusão, medo, angústias, ansiedades, circunstâncias inesperadas que estão ocorrendo em todo o mundo. Nossos inimigos no século XXI são múltiplos, nem sempre vizinhos e próximos à nós, como eram os inimigos de Israel, descritos no Salmo 60. Temos muitos desafios, inimigos ocultos, situações e circunstâncias difíceis que nos sobrevêm e que se constituem inimigos, obstáculos, barreiras, problemas diversos que temos que enfrentar para sobreviver.

agitacaodomundomoderno

Diante desta realidade que temos que enfrentar, confiando no Deus de Israel, no Deus da Bíblia, no Deus da Igreja, no Deus pessoal que temos comunhão diária, que o servimos, não temos a menor dúvida da vitória que receberemos Dele. A vitória de Deus virá sobre aqueles que vivem em comunhão com Ele:– que entregaram suas vidas para Jesus, que seguem a Jesus, que mantém relacionamento pessoal, diário com o Eterno, que tentados, resistem às tentações, que humildemente, reconhecem seus erros, e os confessam para Deus, se arrependendo, que vivem glorificando a Deus, em todos os momentos de sua vida, que tem prazer de ler a Bíblia, orar, buscar a Deus diariamente, e pelo menos uma vez, semanalmente, estarem presentes em um Culto de Adoração ao Criador, junto com o povo escolhido, corpo de Cristo. Reconhecem o sacrifício de Jesus, relembrando Dele, se alimentando espiritualmente Dele, periodicamente, na Ceia do Senhor.

igreja

A vida cristã não é uma vida só de vitórias, como também não era a vida do povo israelita, passaremos por dificuldades, circunstâncias adversas, enfrentaremos momentos de vale, de deserto, de tribulações, assim como o povo israelita viveu, mas se confiarmos em Deus, por meio deste relacionamento que temos quando recebemos Jesus Cristo em nossa vida, então caminharemos na Presença de Deus, em um relacionamento de dependência com o Pai Celestial, poderemos ler a Bíblia, ouvir sua voz em nosso coração, orar a Ele, em qualquer momento, e termos a certeza que Ele nos ouve, que Ele nos conhece, que Ele nos ama, que Ele nos guiará, nos sustentará, nos fará avançar mais uma milha, e que não importam as circunstâncias a resposta divina virá em nossa direção.

diagratidao

Reflita: Como tenho vivido minha vida? Caminhando com Deus, ou caminhando pelo meu próprio esforço humano? Hoje é tempo de entregarmos nossa vida para Deus cuidar, através da nova vida que Jesus poderá nos dar, quando, crendo no seu sacrifício por nós, reconhecermos Jesus em nosso coração. Caminhe com Jesus, viva para a Glória de Deus, desfrute da nova vida que Deus deseja lhe dar nesta existência, desfrute da comunhão diária com o Eterno, lendo sua Palavra, a Bíblia Sagrada, experimente do Seu amor incondicional, eterno por você:- orando para Deus, se relacionando com Ele, crendo que como Pai, Ele estará cuidando de você.

Pr. Luiz Francisco Contri

Um comentário

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *