Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
calendariooracao

Momento Devocional IPCC – Criando o hábito da oração

calendariooracao

“Quando Daniel soube que o decreto tinha sido publicado, foi para casa, para o seu quarto, no andar de cima, onde as janelas davam para Jerusalém. Três vezes por dia ele se ajoelhava e orava, agradecendo ao seu Deus, como costumava fazer. Então aqueles homens foram ver e encontraram Daniel orando, pedindo ajuda a Deus.“ Daniel 6:10-11

Daniel ou Beltessazar é um dos vários profetas do Antigo Testamento. Ele interpretou o sonho do Rei Nabucodonosor, tornando-se uma figura de prestígio na corte de Babilônia. Era um profeta de plena comunhão com Deus e tinha o hábito da oração (metodicamente três vezes por dia ele se ajoelhava e orava), sendo grato e também apresentando suas necessidades ao Criador, conforme o texto bíblico em destaque.

Num relacionamento conjugal, ao longo de muitos anos, o marido e a sua esposa, acabam ficando “parecidos” um com o outro, devido a convivência diária, o compartilhar dos mesmos hábitos, padrões de vida, forma de falar, forma de olhar e tantas outras particularidades do relacionamento que nos tornam semelhantes no aspecto comportamental e em muitos casos, incorporamos alguns aspectos da imagem da pessoa com quem nos casamos.

É comum depois de muitos anos que estamos casados alguém, que não nos conhece, achar que sua esposa é sua irmã (dada a semelhança com você) e o mesmo com seu esposo, pensarão que é seu irmão. Absorvemos os costumes, os padrões, a forma de agir, de pensar, de olhar, de falar das pessoas que convivemos diariamente.

Se diariamente buscarmos a Deus em oração, com o passar dos anos certamente, estaremos sintonizados em comunhão plena com o Criador, ficaremos a cada dia que passa mais ligados aos valores e padrões dos céus, e neste relacionamento de comunhão com o Eterno, ficaremos mais parecidos com nosso Mestre Jesus Cristo.

Aplicação prática:

Como seria bom se todos nós tivéssemos o hábito de orar diariamente, como o profeta Daniel, de forma metódica. Certamente a história de nossas vidas, a história da igreja que frequentamos poderia ser bem diferente.Talvez você não concorde com o fato de podermos com nossas orações mobilizar os céus. Deus sempre será Soberano e Senhor da História da Igreja, porém Deus espera que nós evangelizemos e para que isto aconteça, precisamos nos dedicar em oração. Nossas orações fazem total diferença, basta ver o exemplo prático de nossos irmãos presbiterianos coreanos, que tem o hábito de orar e verão o crescimento real destas igrejas na Coréia do Sul nos últimos anos.

Vou dar duas sugestões básicas para que possamos criar o hábito de oração diária:

  • PRIMEIRA SUGESTÃO – DEFININDO MINHA AGENDA DE ORAÇÃO DIÁRIA:

Seja realistaComece com algo possível de você realizarPara começar não se proponha a orar muitas vezes ao dia. Exemplo: não queira imitar Daniel que orava três vezes ao dia, para você criar o hábito de oração, pois se fizer isto, talvez consiga cumprir rigorosamente seu período de oração por alguns dias apenas, mas vai começar a falhar em muitos dias e com o tempo você se esquecerá de orar e vai desanimar, desistindo ou se esquecendo de orar todos os dias, pois você não criou o hábito. Hábito nós realizamos de forma prazerosa e espontânea (não é um peso) e não nos esquecemos de realizar o que propomos quando o hábito faz parte do nosso estilo de vida diário.

Atenção não se proponha a orar três horas por dia, porque não irá conseguir. É como querer fazer exercício físico de forma radical (ex: vou caminhar 10 quilômetros todos os dias pela manhã), sem acompanhamento médico, você aguenta um período, mas depois aquilo foge da sua realidade de vida e você desiste do que se propôs a fazer.

Então, defina um horário, por exemplo, cinco minutos pela manhã, antes de sair para o trabalho ou para as atividades do dia a dia. Entenda que é o começo e você tentará criar o hábito de orar todos os dias cinco minutos pela manhã, parece fácil e simples, mas não é, para se criar um hábito e não falhar precisa ter muita força de vontade, determinação, ter um coração que pensa e se relaciona com Deus, porque chegarão os dias inesperados dos problemas, das dificuldades, das correrias do dia a dia e aí seu horário de oração é a primeira atividade que você irá se esquecer de cumprir.

Exemplo de HORÁRIO DE ORAÇÃO: “Vou orar todos os dias das 7 às 7:05 da manhã, antes de sair de casa para o trabalho”. Perceba, este é apenas um exemplo, você irá definir o seu horário e a quantidade de minutos que orará. Você escolhe o melhor horário e tentará cumprir. Se algum dia você não conseguiu orar no horário previsto de manhã, porque saiu correndo para o trabalho, então durante o dia, faça uma pausa e cumpra seu horário. É como sair correndo sem escovar os dentes. Você ao chegar no seu destino irá escová-lo.

O horário é você que irá escolher, pode ser de manhã, de tarde ou de noite, bem como a quantidade de minutos (eu sugeri apenas cinco minutos), porém veja sua disponibilidade, por exemplo, dez minutos, mas tem que ser cumprido, pois você estará tentando criar um hábito. Pense, você nunca esquece de escovar seus dentes todos os dias pela manhã, pois você já criou um hábito e você se sente incomodado se não praticar este hábito de higiene pessoal.

  • SEGUNDA SUGESTÃO – ANOTANDO EM UM CALENDÁRIO OS DIAS QUE OREI:

Anote em algum lugar e acompanhe os dias que você orou: Pode anotar na agenda do seu celular, no seu “tablet”, no seu computador ou, se você ainda não está familiarizado com a tecnologia, escolha um simples caderno de papel ou uma folhinha calendário (aquela que ganhamos no comércio) e anote, colocando uma marcação a caneta do dia que você orou. Se no começo, você deixou de orar algum dia, não se preocupe, continue anotando os dias que você conseguiu cumprir sua meta.

O importante da anotação é que você olhe para ela e verifique (hoje consegui, ontem não consegui, mas que você não desista de orar regularmente, diariamente). Coloquei um calendário de exemplo nesta postagem. Se você clicar sobre a imagem deste calendário, ela aumentará de tamanho e ficará mais claro para você entender o que estou sugerindo. É um calendário que pode estar no seu celular, no seu computador, no seu “tablet”, ou em algum caderno de papel. O importante é que diariamente você registre um “x”, por exemplo, para indicar que você orou naquele dia. Suas anotações irão motivá-lo a não se esquecer de orar e criar o hábito.

Pode parecer pouco cinco minutos de oração por dia, mas o que conta é sua comunhão diária, sua busca por Deus. Tenho certeza que se você orar todos os dias, regularmente, este ano será totalmente diferente na história de sua vida e de sua igreja.

A oração muda o nosso coração, muda as nossas expectativas, muda a nossa forma de enxergar o mundo.

Cinco minutos de oração por dia, significam 1825 minutos de oração por ano neste ano de 2018, ou 30,42 hs por ano, o que significa que você durante o ano de 2018 orará efetivamente um dia e seis horas durante o ano, ou seja você terá um dia do ano dedicado a Deus em oração, que você foi executando durante pequenos momentos diários com Deus ao longo dos 365 dias.

Com o tempo, você olhará para o calendário e ficará feliz em perceber que já faz algum tempo que você não se esquece de orar e depois de mais alguns dias, você perceberá que você já tem o hábito de oração diária.

 Deus te abençoe no sentido de você criar o hábito de oração diária!

 Que você possa ser impactado pelo seu novo hábito de comunhão com Deus em oração e também que você possa impactar a vida dos que convivem com você e a sua comunidade.

Pr. Luiz Francisco Contri

Um comentário

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *