Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
escuridao

#palavrasnocaminho – A escuridão

A ESCURIDÃO

 “Já estariam no fim os meus poucos dias? Afasta-te de mim, para que eu tenha um instante de alegria,
antes que eu vá para o lugar do qual não há retorno, para a terra de sombras e densas trevas,
para a terra tenebrosa como a noite, terra de trevas e de caos, onde até mesmo a luz é trevas”.
Jó 10:20-22

escuridao

 O livro de Jó narra a experiência de um homem piedoso ao Senhor, chamado Jó que desfrutava de muita riqueza, uma família abençoada. Certo dia, a Bíblia descreve que Deus comenta com Satanás, sobre a piedade de Jó, conforme versículo em Jó 1:8: “Disse então o Senhor a Satanás: “Reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele, irrepreensível, íntegro, homem que teme a Deus e evita o mal”. Neste diálogo com Deus, Satanás em seguida, realizando seu papel de acusador, diz que Jó estava protegido pelo Criador, mas insinua, que se ele perdesse tudo aquilo que possuía, bens, família, etc, Jó certamente amaldiçoaria a Deus. Então, Deus permite que Jó passe pelo sofrimento, e todo o mal arquitetado por Satanás, apenas pede para que não lhe toque em sua vida.

Durante todo o sofrimento que Jó enfrentou, podemos perceber a realidade de um homem que estava com sua vida alicerçada em Deus, mas que sendo humano, ao passar pelo sofrimento intenso que viera a sofrer, começa a pensar se não era melhor que morresse. No capítulo 10 deste livro, Jó diante de seu sofrimento intenso, extremo começa a pensar se não teria sido melhor não ter nascido (Jó 10:19). E Jó que anteriormente no capítulo 3 do livro, descreve a morte como um lugar de descanso e liberdade, ao não estar mais aguentando fisicamente, emocionalmente tanto sofrimento, permitido por Deus, imposto por Satanás; pede um instante de alegria, e descreve a sepultura como um lugar de trevas e caos.

morte

A Bíblia descreve que neste sofrimento, a que Jó foi submetido, ele não blasfemou contra Deus, apesar de ter experimentado toda a miséria humana, em sua vida:- perda de bens, perda de sua família, perda de sua própria saúde. No capítulo 42, deste livro Jó declara para o Senhor, que nenhum dos planos de Deus poderia ser frustrado, reconhecendo o poder de Deus que ele servia. Neste relacionamento com o Criador, apesar de toda a desgraça sofrida por Jó, ainda se manifestava a Graça de Deus sobre sua vida, e assim Deus o fez, dando-lhe a restituição das perdas sofridas, bens, reconstruiu uma nova família e sua saúde de volta.

jesus-a-palavra-de-deus

 Nesta existência desenvolvemos uma história de vida única, o que aconteceu comigo, não acontece com você, e vice-versa. Passamos por experiências de bênçãos, de dias agradáveis e bons, passamos por experiências de sofrimentos, dias que não gostaríamos de experimentar. Não existe uma regra.

O importante analisando esta história de vida e salvação, a que Jó foi submetido é aprendermos que mesmo em meio ao sofrimento, a perda de nossa saúde, a destruição, a problemas gigantescos que venhamos enfrentar, receberemos a Graça de Deus, que será manifestada a nós, não da forma como imaginamos, ou pedimos para o Criador atuar, mas da forma como os planos do SENHOR se desenrolarem em nosso favor.

nos-deixa-doentes

Que nestes dias de escuridão, de sofrimento intenso, não percamos o foco da presença de Deus. Deus não nos destinou para as trevas. O propósito de Deus é que experimentemos a luz de Jesus Cristo em nossas vidas. O apóstolo Paulo em seu livro de 1 Tessalonicenses, capítulo 5, verso 5 reforça que estando unidos com Cristo, desfrutaremos sempre da luz de Jesus em nossas vidas, somos filhos da luz, e mesmo que a escuridão venha sobre nós, mesmo que passemos pelo sofrimento nesta vida, temos a presença de Deus conosco, seguimos a Cristo, temos sua luz, sua direção, sua paz, seu conforto no meio da destruição, no meio das tempestades da vida, no meio do sofrimento a que poderemos ser submetidos. E complementa neste capítulo alguns procedimentos que são importantes na nossa vida cristã, em 1 Tessalonicenses 5:16-18: “Regozijai-vos sempre.Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

valeescuroluz_mundo

Difícil ficar alegre em meio ao sofrimento, nos regozijando sempre, mas se estivermos pensando em Deus, e na pátria que Ele preparou para nós, quando tudo aqui se findar, apesar do desânimo, da dor, da fraqueza que o sofrimento nos causa, ainda assim, poderemos estar alegres pelo que virá. Em meio ao sofrimento poderemos orar, poderemos conversar com Deus, orando sem cessar. Em meio a momentos difíceis, poderemos dar graças a Deus, que nos permite, primeiro estarmos vivos, e também podermos refletir sobre nosso passado, sermos gratos sobre as coisas boas que vivenciamos nesta existência.

Olhando para a história de Jó, verificamos que ele passou no teste a que foi submetido, o teste da vida, o teste do sofrimento, poderemos perceber que apesar de toda aquela luta, sofrimento, Jó, mesmo desejando a morte, ainda assim, Deus tinha outro plano para Jó, e o salvou, o restaurou, o libertou daquela situação de caos que vivenciou.

sofrimento33

Não sei que tipo de sofrimento você está enfrentando hoje, o importante é você estar conectado com Deus, com sua vida entregue nas mãos do Criador, crendo que Ele é Todo-Poderoso para restaurar sua saúde, modificar a sua situação de desemprego, resolver problemas de dívidas, problemas financeiros, promover perdão entre seus familiares, resolvendo conflitos interpessoais, e devolver para você a alegria em seu coração. Porém, mais importante do que você ser restituído daquilo que perdeu, é você poder receber Jesus Cristo em sua vida, podendo desfrutar da presença de Deus para todo o sempre.

Reflita: É isto, não dá para saber o que acontecerá conosco no meio do sofrimento, qual será a próxima página de nossa história. O que podemos entender é que alicerçados em Deus, confiando nossa vida para Jesus cuidar, estaremos desfrutando da luz de Jesus sempre, do conforto da presença do Espírito Santo de Deus. Sempre existe esperança no meio da desgraça, sempre existirá amanhã, apesar das dificuldades humanas. Sempre existe luz para os que estão em Jesus, sua Graça será presente, real em cada vida. Sempre existirá amanhã para os que estão unidos com Cristo, poderão restaurar aquilo que perderam no presente, poderão desfrutarem da Glória celestial no futuro.

Pr. Luiz Francisco Contri

Um comentário

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *